domingo, 19 de julho de 2009

Sono lento

conforme a dor
ela dorme ali
com o vento
ainda sopra o alento


com fome e dor
ela sonha ali
com um sentimento
findo dobra o intento



Sandoval Fagundes, 10 de abril de 1997

2 comentários:

Gabriela. disse...

que singelo este!

Anônimo disse...

e ele conta estorias de ninar