sexta-feira, 22 de agosto de 2008

o cara

terça-feira, 5 de agosto de 2008 12:47


Eu sou o cara vazio
que não viveu o necessário
para saber como a vida quer
se bem que nada se sabe
daquilo que a vida é

Eu sou a cara-metade
dos muitos “Seres” presentes
nas mil caras que o mundo tem
mundos ainda incompletos
quando o tudo não é ninguém

Eu sou o cara das dúvidas
espanto na cara de bobo
das incertezas animais
quando descubro no espelho
que somos todos iguais

Eu sou esse quem questiona
Abandonado a tal sorte
que apenas minha não é
se não consigo saber quem sou
não saberei quem você é


...

Um comentário:

Lucas disse...

1° Comentário de muitos q viram !!
Primeiramente Parabéns pelo blog, e pelas poesias, poemas, escritas ou algo do tipo.
Como sempre todas muito boas !!
Mais gostei muito dessa !!

Parabéns Sandoval !!

Sucesso !!

\o