sexta-feira, 22 de agosto de 2008

irremediável passista

se o céu do carnaval incendiar minha alma
terei a verdade do amor instalada em mim
o teu tambor estremecendo minha calma
no coração de um frevo sem piedade
desaguando nos gozos desta dança
desperdiçando carinhos por toda cidade
no bloco dos enfermos fantasiando paixões


Sandoval Fagundes - quinta-feira, 31 de julho de 2008 22:30:55

Nenhum comentário: